terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Características de Adultos com Altas Habilidades - II

Continuação da tradução do texto de Deirdre V. Lovecky, disponível em:
http://www.sengifted.org/articles_adults/Lovecky_CanYouHearTheFlowersSing.shtml

"SENSIBILIDADE: Uma profundidade de sentimentos que resulta em um senso de identificação com outros caracteriza o traço da sensibilidade. Pessoas superdotadas formam laços profundos e reagem ao aspecto emocional de situações; elas pensam com suas emoções. Pessoas que são altamente sensíveis fazem compromissos com outras pessoas e com causas sociais. Elas podem ser entusiastas e intensamente teimosas sobre sua dedicação. Poetas, repórteres investigativos, membros do Corpo da Paz, líderes políticos e religiosos, são muitas vezes superdotados com sensibilidade. Exemplos de tais pessoas são: Francisco de Assis, Elizabeth Blackwell, Emily Dickinson, Ghandi, Martin Luther King e Virginia Woolf.

Pessoas superdotadas com o traço da sensibilidade encontram benefícios sociais e emocionais em sua profunda preocupação com as necessidades e os direitos de outros, sua empatia para com os sentimentos de outros, e em seu desejo de ajudar mesmo que isto signifique altos custos para elas mesmas. Estes adultos superdotados podem ser perceptivos ao tom emocional de situações e aos aspectos mais sensoriais do ambiente, como cores e sombras. Eles são normalmente perceptivos sobre seus próprios defeitos. Alguns adultos superdotados sentem um senso de unidade com o cosmos, uma experiência de divisão universal deles mesmos. Adultos superdotados com sensibilidade tendem a ser pessoas com um grau moral muito alto, e que se preocupam com ajudar e fazer o que é certo pelos outros.

No lado negativo, estes adultos superdotados podem não entender que os outros não sentem tão profundamente ou intensamente, ou que os outros podem ter prioridades diferentes. Eles podem ser bastante intolerantes em relação às necessidades de outros, quando percebem estas necessidades como superficiais.

Adultos superdotados com sensibilidade podem ser tão sensíveis, que outros podem hesitar em dividir seus problemas com eles. De fato, outras pessoas poder crer que o adulto superdotado experiencia sua dor mais intensamente que eles próprios, e eles podem sentir como se seus sentimentos tivessem sido roubados. Estes adultos superdotados devem aprender a guardar sua vulnerabilidade ao mesmo tempo que continuam sensíveis aos outros, continuar se importando face a rejeição, e a moderar suas respostas emocionais para que eles sintam 'junto', e não 'por'. O risco é que eles se tornem isolados, que evitam relações que poderiam os nutrir. eles escutam as flores cantando, sentem-se em unidade com o universo, e querem que todos os outros também escutem a canção.

PERCEPTIVIDADE: A habilidade de ver diversos aspectos de uma situação simultaneamente, de entender diversas camadas de si mesmo em outros, e de enxergar rapidamente o âmago de uma questão, são características do traço da perceptividade. Estes adultos superdotados estão aptos a entender o significado de símbolos pessoais, e a enxergar além da superficialidade de uma situação. Possuem a habilidade de entender motivações, e podem ajudar outros a entender estas. Adultos superdotados com perceptividade são aqueles que ouvem as flores cantando dentro de outros que ainda não estão cientes de suas próprias habilidades. Sua intuição e habulidade de compreender várias camadas de emoções simultaneamente os ajuda a analisar pessoas e situações rapidamente. De fato, eles são muitas vezes hábeis em sentir a incongruência entre fachadas sociais exibidas e pensamentos e sentimentos reais. Outro aspecto da perceptividade diz respeito ao reconhecimento e à necessidade da verdade. Aparências sociais demonstradas por outros podem ser percebidas por este adulto superdotado como uma espécie de mentira. Adultos superdotados com este traço detectam e detestam falsidade e hipocrisia.

Pessoas que possuem a superdotação da 'percepção' parecem ter uma aura de mágica. Líderes políticos e religiosos, filósofos, terapeutas criativos, escritores, e poetas podem possuir este traço. Jane Austen, Langston Hughes, William Shakespeare e Henry David Thoreau são todos exemplos.

Benefícios sociais e emocionais do traço da perceptividade incluem a habilidade destes adultos superdotados de enxergarem seus próprios comportamentos de uma forma relativamente objetiva, de assessorar suas próprias motivações e as dos outros, e de basear suas reações em percepções sobre a dinâmica-base. Eles percebem não só quais são seus próprios desejos, mas também a necessidade de evitar o stress interno ao aprender a usar sua percepção para saber o que eles realmente querem. Muitas vezes, eles decidirão o que é melhor para eles mesmos, apesar de outros não aprovarem.

No lado negativo, este traço pode apresentar dificuldades em relações interpessoais pois, os outros, não estando cientes do que o adulto superdotado percebe tão claramente, se sentem vulneráveis e ameaçados. Para o adulto superdotado enxergar as várias camadas de uma pessoa pode ser confuso. Pode ser difícil equiparar a reação obtida com à que a situação parecia indicar como a requerida. Quanto maior a discrepância entre o ser interior e a aparência exterior, mais disconfortável o adulto superdotado pode se sentir.

O dilema deste adulto superdotado é se ele deve esconder seus insights e reagir superficialmente às fachadas sociais ou usar suas habilidades e correr o risco da rejeição. Qualquer caminho pode produzir restrições e dificuldades com a espontaneidade. Encontrar superte interpessoal é uma prioridade máxima para estes adultos superdotados; o risco é o medo de proximidade e intimidade."

2 comentários:

  1. gostaria de poder ter mais acesso a esse assunto infelizmente nao possuo a tecnologia avançada pra esta interagindo

    ResponderExcluir
  2. Na parte da perceptividade, parece uma auto análise.
    Queria ter conhecido esse blog antes. Mas antes tarde do que nunca.

    ResponderExcluir